Pular para o conteúdo principal

O dia que a cidade chorou

O DIA QUE A CIDADE CHOROU

Foi assim, ...sem anestesia, sem esperar , sem aviso prévio, sem cortesia e sem delicadeza que a dor chegou de surpresa.
Foi assim, em pleno carnaval, quando a fantasia Ainda nem tinha sido tirada e nossa alma já estava rasgada.
Foi assim, o sol amanheceu sem o calor , o mar não tinha cor e o azul do céu já não nos alegrava.
Foi assim, tão rápido quanto um dia que nunca se acaba, e tão lento quanto uma espera sem fim.
A cidade foi sendo acordada pelas lágrimas de um útero rasgado, foi sendo inundada pela dor do cordão rompido, foi sendo lavada pelo silêncio de mil palavras de amor.
Foi assim, em lágrimas de amigos , no choro dos desconhecidos , na dor dos dilacerados, no vazio dos sonhos roubados.
Eu olhava e via a multidão de olhos vermelhos, marejados pela solidariedade, infundados pela surpresa, desejosos de que tudo aquilo não fosse verdade.
Vi abraços demorados, repetidos , apertados, tímidos e contidos , molhados, silenciosos, ardentes e desesperados...
Fui testemunha de uma cidade que se tornou uma só mãe , de uma cidade que teve seu útero arrancado com violência , de uma cidade dilacerada pela perda e orfandade inversa de sua filha mais amada.
Todos choraram .
Todos se chamavam Erika.
Todos , todos ,todos , todos ...num único e solitário luto.
Olhei e vi que ainda que a dor de uma mãe violentada pela perda a consumisse, essa mesma mãe em sua dor multiplicava o amor nessa cidade.
Foi assim, uma cidade que chorava e que lavava sua dor no amor e acolhimento do coração generoso de quem mais amava e sofria a perda inexplicável e mais dolorida que existe.
A cidade chorou.
A cidade chorou pela dor.
A cidade chorou pelo amor.
...Chorou pela Erika, pelo Marcio, pelo Lucas.
...Chorou pelo Mariano, pelo Sérgio e pela Edna.
Chorou pela perda e pela saudade de nossa Luísa, menina linda, alegre, suave, ...menina do sorriso doce e da voz mansa, menina amável e amada que nos ensinou a acolher e perdoar, que nos nos revelou o seu amor e seu amar.
Foi assim que eu vi, foi assim que aprendi, foi assim que chorei com a cidade que chorou por quem a ensinou que amar também é chorar.

Foi assim, numa quarta feira de cinzas, cinzas queimadas pela dor , cinzas molhadas pelo amor.

Eu sempre conheci pessoas que se amavam, e hoje conheço uma cidade que ama....porque só quem ama chora do jeito que essa cidade chorou.

Hoje agradeço a Deus pela cidade, ...por suas lágrimas, abraços e amor.

Amamos vocês Erika Lunardi Longo Marcio Longo, Lucas Tucat, Mariano Tucat, Sérgio , Edna Sanches...

...e sempre, sempre e sempre te amaremos Luisa Lunardi...nossa princesinha linda.
 
Com eterno amor ,da sua Alice

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

À GEORGIA (Saia Justa), COM CARINHO...

Georgia , Quem não te conhece não sabe o quanto é doce teu coração. Quem não te conhece não pode imaginar o quanto são fundamentadas as suas ações. Cidadania, integridade e sensibilidade talvez pudessem ser seus nomes e sobrenomes. Você Georgia, é daquelas pessoas que nos surpreendem pela sensibilidade espiritual e pela atenção que tem ao que é importante e ao que pode melhorar nosso planeta e seus habitantes. São pessoas como você que fazem a diferença, que movem os moinhos, que constróem os castelos eternos e que transformam o que nos parecia imutável. Nos pouco mais de 2 anos que estou "no ar" nessa maluca e indispensável blogosféra , tenho acompanhado suas postagens com carinho e atenção. Tenho te visto engajada em temas profundos e sérios, tenho partilhado de sua linda família e seu amor por eles, e te vejo movida movida por ideais maiores a cada palavra que nasce de tua escrita. Gostaria muito que todos me ouvissem ou me lessem quando digo que nosso mundo precisa de pes

Militância Chata

Estou de saco cheio dessa militância . Que coisa mais chata essa gente cheia de verdades absolutas, pontos de vista únicos, pensamentos perfeitos e visões aguçadas. Ninguém mais sabe conversar, apenas discutir , brigar, e tudo para provar que está com a razão. Seja o tema politico' , social , religioso ou apenas qualquer bobagem, já se torna uma discussão. To cansada disso. Muito. Só queria poder ouvir , poder falar, poder ser , poder ver, e poder pensar ....sem alguém pra criticar, corrigir ou completar. Cansei.

Minha Doce Eternidade

Quanto tempo você levou para descobrir que o tempo passou pra você ? Eu, particularmente, nunca pensei que o tempo pudesse passar pra mim, e sempre acreditei na eternidade (eterna alegria, eterna juventude, eterna saúde) . Mas o tempo passa, e passa tão naturalmente que mesmo com o passar dele ainda me sinto eterna ( rsrsss ). Sinto-me como sempre me senti. Posso perceber em mim a mesma Alice de 15 anos, ou a mesma de 28 anos, ou ainda a mesma dos 35 anos. Penso da mesma forma, choro com a mesma dor, grito com a mesma intensidade, me alegro com a mesma euforia, mas a única coisa que estranho é essa imagem que teima em aparecer todos os dias pra mim diante espelho...Nessa imagem há cabelos estranhos que clareiam a cada dia e penso que ainda ficarão todos brancos...nesse corpo que vejo já não há tanta leveza e muito menos agilidade, e há também certas dores que caminham por ele que antes eu não notava. Mas ainda me sinto eterna. Há uma estranha dentro de mim que briga comigo o tempo t