23 de agosto de 2007

Porque ?

Porque os homens não se contentam com a felicidade dos outros?
Poque o sucesso do outro sempre tem que incomodar tanto?
Porque não conseguimos ser mais simples e objetivos?
Porque um não é tão difícil de dizer e de aceitar?

Porque não temos asas em vez de pés?
Porque tem tanta gente surda quando o assunto é sério?
Porque a paixão tem sempre que acabar?
Porque a verdade ta sempre escondida em algum lugar?
Porque a transparência da alma sempre incomoda?
Porque sempre se desconfia de quem é belo?
Porque nossas qualidades são sempre desprezadas pelos outros?
Porque o que o outro sente é sempre mais importante ?

Porque o homem é tão preguiçoso pra pensar?
Porque temos medo de nos olhar e nos enxergar ?
Porque é tão difícil nos contentar com o que temos ?
Porque nosso cabelo nunca é do jeito que queremos?
Porque não posso simplesmente ser feliz em qualquer lugar?
Porque não posso falar tudo o que penso ?
Porque os fracos emudecem os fortes?
Porque os fortes sufocam os fracos?
Porque a violencia nunca acaba?
Porque o medo não me abandona?
Porque a solidão assusta tanto?
Porque o perdão mora tão longe do coração?
Porque amar é tão bom e dói tanto ?
Porque a traição dói mais que queimadura?
Porque a decepção tanto machuca?
Porque os inimigos nunca te esqueçem?
Porque o homem nunca assume a própria culpa?

Porque o PORQUE sem resposta é aborto,
é a morte certa da vida,
porque só as respostas acalmam a alma,
e só a paz satisfaz o espírito.
Porque só vive quem pensa,
e quem pensa sempre pergunta.
PORQUE
???




2 comentários:

  1. As manhãs vêm nas asas de um pássaro azul
    No canto de uma doce e suave brisa
    Desperto sol que no celeste viajou
    No vago que resta de uma noite de magia


    Bom fim de semana


    Profético beijo

    ResponderExcluir
  2. Mas que lindo!!!!
    Porque porque porque???
    Jesus falou que prá entrar...tem que ser criança e criança pergunta pergunta e pergunta...
    Um beijão minha linda.

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...