7 de dezembro de 2007

O ser: Humano.

O ser humano é mesmo interessante.
É complexo e abstrato, muitas vezes tecnicolor, e em outras, preto e branco.
É cheio de sonhos ou totalmente ausente desses.
É grande por criação e tantas vezes pequeno por opção.

O ser humano me fascina.
Me fascina em suas muitas formas, em suas inúmeras faces, em suas incontáves variações.
Na verdade não sabemos quem somos e nunca realmente conheceremos alguém.
Somos um poço sem fundo, um eco de alguém , uma imagem na água, um reflexo de luz, mas somos os mais belos, mais especiais e complexos seres sobre a terra.

Assim como você, eu também conheço muitas pessoas e todas elas, sem excessão são únicas em seus defeitos e qualidades.

Eu gostaria muito de poder catalogar os seres humanos , dividí-los em tipos, em sentimentos, em caráter e personalidades, mas é uma missão impossível, até mesmo para o mais profundo observador.
Talvez a grande graça , o grande encanto esteja mesmo nisso, em não poder decifrá-lo.

Somos dotados de semelhança divina e agimos tantas vezes com essência maligna.
Declaramos amor eterno e matamos por ciúme.
Somos traídos e caluniados por nossos melhores amigos.
Confiamos em igrejas, em governos, em instituições que nos roubam.
Julgamos nossas idéias sempre as melhores.
Nos tornamos inquestionáveis com a idade.
Somos orgulhosos e generosos, soberbos e complacentes, adorados e odiados, fortes e fracos, e tudo aos mesmo tempo e na mesma pessoa.

O ser humano é mesmo instigante, intrigante e fascinante.
É o ser humano mais desumano que existe.
É o animal racional que por opção se torna irracional.
É o criador que destrói o que cria, é um vento que se torna ventania.
Todavia é ser, existe, vive e recria.

É humano em seu amor divino, e é divino em seu amor humano.
É apenas um ser.
Humano.


9 comentários:

  1. Olá Alice, Lindo texto.
    Parabéns, bom fim de semana.
    Beijinhos
    Fernandinha

    ResponderExcluir
  2. Parabens pelo texto...

    Vim conhecer este espaço e adorei

    Bj e bom fim-de-semana

    ResponderExcluir
  3. Mesmo com o: "É o ser humano mais desumano que existe" que foi brilhante, vc conseguiu manter a oscilação entre o brilhantismo do ser humano e suas decadencias e misérias humanas...


    lindo, gosto do que vc escreve, continue, não se envergonhe de escrever o que escreve... ;-)


    fica com Deus
    abraços fraternos

    ResponderExcluir
  4. obrigado por me adicionar nos pensadores


    acabei de adicionar nos links brilhantes


    t+

    ResponderExcluir
  5. Parab�ns pelo texto. Realmente somos todos muito complexos. Deus, o nosso criador compreende e ama a todos. E o seu amor � maior que tudo e todos.

    Abra�os

    ResponderExcluir
  6. Alice,
    Se consegui tocar o seu coração, é sinal de que ‘eu’ ainda tenho, quem sabe, salvação! Afinal, nesse mundo alucinado, muitas vezes esquecemos de estender a mão, dar o pão e abrir o coração...

    Que eu possa ser melhor hoje, do que fui ontem. E amanhã, melhor do que hoje. E que Deus tenha misericórdia da minha alma...
    Abs

    ResponderExcluir
  7. Belíssimas palavras Alice
    Realmente o Ser humano é tudo isso.
    E carrega consigo um porta jóia aveludado em seu coração, em que a alma está ali depositada, bem guardada...

    Como toda jóia deve ser admirada, mas, muito mais usada para mostrar o seu brilho, a sua beleza e encantamento aos demais, não é mesmo?

    E assim, também, de acordo com às suas palavras, o Ser humano deveria fazer resplandecer mais essa jóia viva que carrega no peito...

    Enquanto isso não acontece na plenitude, que cada um ajude a polir o dom espiritual que recebeu e como humano carrega até a hora certa – d’Ele – em nos mostrar a melhor maneira de usá-la.
    Afinal, a jóia é do alto. Portanto, uma dádiva e saber usá-la um prêmio inestimável!
    Abs

    ResponderExcluir
  8. Diferente mesmo o jeito que você escreve. Adoro.
    Bjos.
    Até o próximo! =)

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...