22 de abril de 2008

Se tu puderes, responde.

O que tu vês quando te olhas?
um sorriso, uma lágriama ou um aviso,
a dor, o perdão ou o amor
um manto, a nudez ou um encanto
a verdade, a mentira ou a saudade?
O que tu ouves quando escutas?
tuas verdades ou tuas maldades
tuas histórias ou tuas estórias,
a voz de Deus ou somente a que ELE te deu?
O que tu dizes quando falas?
o que deve ser dito ou o que se quer ser ouvido,
o que te agrada ou que te maltrata,
o que é bom e tem bom som
ou o que é ruim e não tem fim,
um sim ou um não, um talvez ou um então,
tu escorregas ou tu te entregas ?
E o que tu sentes quando és atingido por tudo aquilo que mentes quando dizes,
que calas quando ouves
e que escondes quando vês?

Se tu puderes, então responde a ti
porque aqui ainda procuro respostas a mim.

20 comentários:

  1. Total é a loucura do querer
    Breve é chama da doce paixão
    Total e insubmissa é a verdade
    Que emana do teu terno coração

    Sigo os passos da tua procura
    Queda-se teu corpo nu em melodia incompleta
    És instante da bondade dos Deuses
    O canto de uma ribeira que o sol desperta


    Uma mágica semana


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  2. Quando me olho, vejo estradas percorridas e jardins plantados. Algumas plantas morreram, e serviram de adubo para as que estavam nascendo.
    Quando me olho, vejo erros e tropeços. Vejo lágrimas, que se transformam em rios desaguando no mar.
    Vejo possibilidades e escolhas. E acertos. E sorrisos.
    Quando me olho, vejo amor de dia e de noite.
    Vejo muita vontade de aprender e mais ainda de ensinar.
    Vejo, quando me olho, sonhos de menina e sonhos de mulher.
    Quando me olho, me vejo.
    (e, de mim, não escondo um sentimento qualquer).

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Muitas vezes fazemos as coisas por impulso e esquecemos de perguntar a nos mesmo o que sentimos... lindo o q vc escreveu... Bjoka ;)

    ResponderExcluir
  4. "tu escorregas, ou tu te entregas..."
    Eta frase difícil de ouvir! E responder!!!
    "Ainda procuro respostas..." porque as que tenho não me acalmam.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde Alice.
    Navegando, consegui chegar até você. Texto reflexivo. Existem tan-tas interrogações na nossa cabeça!
    Mas existem as exclamações. Será isso! Ou aquilo!
    É bom filosofar.
    Abraços e beijos!

    ResponderExcluir
  6. Por que será que é tão difícil avaliarmos a nós mesmos?

    Belo texto...

    Bjs Deus abençõe!

    ResponderExcluir
  7. Eu vejo tanta coisa, escuto tão pouco...

    Mas daqui consigo ver uma criatura linda aí... você!

    beijos daqui...

    ResponderExcluir
  8. Em muitas vezes me olho e não gosto do que vejo, tento me emendar e consigo...por uns 5 minutos. Continuarei tentando, mas era bem outra aquilo que eu gostaria de ser.

    ResponderExcluir
  9. Ninguém é completamente sincero quando age, e às vezes nem nos damos conta disso.
    Parece que nos acostumamos em mascarar as coisas, talvez, intimamente, até para a nossa própria proteção.
    Acho que a verdade é ofuscante demais para se olhar diretamente e por muito tempo, né? Hehe

    Dei uma sumida mas vou tentar comentar aqui mais vezes!

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  10. Aí Alice adicionei na Fernanda no orkut, mt bom o blog dela... aprecei mt!

    Espero q cada dia + ela escreva com o mesmo talento q Deus te deu.


    Beijão
    Deus Abençoe

    ResponderExcluir
  11. não sei se posso ajudar com as respostas, mas acho que já cansei de faze-las, agora nesse momento só sou o que sou, nada mais...

    ResponderExcluir
  12. Olá minha querida Alice, venho desejar-te um bom fim de semana...
    Beijinhos de carinho,
    Fernandinha

    ResponderExcluir
  13. Se um dia eu escrever como você escreve... estarei feliz em ter herdado isso da genética! =DD

    lindo texto dona alice!!
    te amoooooooo!!

    ResponderExcluir
  14. OI Alice, esse seu poema doeu na alma, viu.

    Grande beijo

    ResponderExcluir
  15. Ta ai uma pergunta bem dificil de responder...
    beijos Mila

    ResponderExcluir
  16. Oie Alice!!!

    Obrigada pelo elogio. Na verdade, o que eu escrevo são sentimento que estão guardados em mim querendo sair, e sempre saem desta forma, poetizando!!!

    Eu amo escrever desde pequena, talvez seja por isso que até os meus sentimentos eu consigo demonstrar de forma mais clara escrevendo...

    O texto postado é profundo...

    Bjs

    Janaína

    ResponderExcluir
  17. Amiga Alice,
    Deixo aqui um grande beijo
    prá ti.

    ResponderExcluir
  18. Miga!!! essas são as tais perguntas que nunca nos fazemos ,porque sempre axamos que tudo isso nós sabemos,mas como estamos engamados .Continuo como tu me procurando tanta resposta e nada sabensdo...
    Passei te desejando um fim de semana leve, suave, lindo, cheio de amor...desfruta dele!...
    Beijinho prateado com carinho
    SOL

    ResponderExcluir
  19. É isso mesmo, Alice, nos momentos que podemos ouvir, falamos. No momento que temos que falar, ficamos mudo ... eita como somos complicados!

    Mas as palavras e os pensamentos são ingredientes de um santo remédio que Deus nos dá para fazermos noss'alma mais leve.

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...