24 de setembro de 2008

O GRITO


E em silêncio lanço meu grito,
e mais uma vez, em mudez, declaro o que sinto
na esperança que alguém me ouça ou que descubra
as palavras que me deixam muda.

9 comentários:

  1. O PAVA está montando 1 Newsletter só para blogueiros. Por favor, me envie um e-mail para que eu possa colocar seu e-mail na lista.


    vitorferolla@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Alice, espero que este Grito seja só para fazer poesia...
    joicepaulo@gmail.com (sou sua amiga!)

    ResponderExcluir
  3. Por quem grita o teu terno coração...?



    Doce beijo

    ResponderExcluir
  4. Olá querida Alice,

    Quantas vezes "gritamos" em silêncio!

    E ninguem entende, ninguem sequer vê!

    Sempre belas as suas palavras, amiga.

    Um beijo
    Viviana

    ResponderExcluir
  5. .querida Alice




    _______que o teu grito


    alcance




    onde


    o teu coração



    quer______"tocar"____...











    beijO____C______carinhO

    ResponderExcluir
  6. Alice linda,

    Reespeito teu grito, linda!

    Esta imagem do coração nas mãos me diz muito...

    Fica bem, linda! beijo carinhoso,
    Neli

    ResponderExcluir
  7. Olá Alice.
    Esperro que esse seu grito, transmita a sua felicidade, a sua paz interior.
    Uma semana repleta de muita luz e carinho.
    Recheada de muita fé e forte como a energia.
    Embrulhada de esperanças e cheia de alegrias.
    Beijos minha amiga.


    Regina Coeli.

    ResponderExcluir
  8. Será que o seu grito quer dizer: SOCORRO?
    Bjs

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...