7 de outubro de 2008

TARDE FRIA E SUAVE MELANCOLIA


Essa brisa fria nessa tarde nublada
e esse som distante da saudade...
Saudade do que não fiz
do que deixei pra trás
de onde fui
e de onde já não vou mais .
Essa brisa fria
nessa tarde nublada
só me faz lembrar cada vez mais
do que eu sempre quis fazer
e que o tempo já não me permite mais.
É essa brisa fria e essa tarde tão nublada
que alimentam minha melancolia de saudade...

É estranho olhar pra trás e poder ler nossa própria história,
rever os personagens,
relembrar as imagens
ressentir, mas não com ressentimentos,
mas apenas em lembranças...
reviver a vida que foi vivida
e a vida que foi desejada,
relembrar os sonhos sonhados
os perdidos no tempo e os realizados,
e por fim escrever o final em nosso coração,
onde a realidade nunca poderá nos dizer - não.

17 comentários:

  1. Viva a vida!!!!
    Beijos a ti. Não vou esquecer do peixinho que não comemos, nem da cervejinha que não bebemos.
    Sonhar é tentar materializar um desejo. (Joice)

    ResponderExcluir
  2. Boa noite amiga!

    Sonhos...se tivemos,é porque vivemos.
    Um gde abraço.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  3. Alice, estes dias nublados têm esta capacidade, de nos deixar nostálgicas, com saudades de um tempo perdido, de coisas que às vezes nem vivemos, de ficarmos mais sujeitas à introspecção...
    Linda foto!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Hum, esse poema caiu certinho pra esse dia frio e chuvoso aqui em São Paulo.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. ...relembrar!
    Que lembremos então, apenas do que foi muito bom...

    Belas e melancólicas palavras, Alice...


    Beijos de luz e o meu carinho!!!

    ResponderExcluir
  6. Olá querida Alice,

    Tão belo este seu poema!

    Conforme ia lendo as palavras, ia oercebendo, que muito... ou praticamente tudo...que a minha linda amiga aqui nos disse... é precisamewnte o que eu, "do alto dos meus 67 anos"! tenho para dizer.

    Só que eu não consigo pôr isso em poema!

    Apenas consigo sentir!

    Um grande e carinhoso abraço

    Viviana

    ResponderExcluir
  7. ...E porque não...voas? Vai, onde te levar o coração...

    Doce beijo

    ResponderExcluir
  8. hum, passando rapidinho no blog e fiquei, fiquei curioso e animado por vor alguém que faz postagem no minimo parecidas "digo com ponto de vista de escrita"...
    você esta convidade a passar no meu "blog" que ainda não está completo mas já pode ser chamado de blog.
    parabéns e espero ve la comentando.

    ResponderExcluir
  9. Alice,

    Passa lá no meu cantinho para me ajudar a apagar a velinha de um ano no meu blog...

    Bjs

    Janaína

    ResponderExcluir
  10. Reconfortante saber que há um lugarzinho onde a realidade não nos diz "não"...


    beijos, moça.

    ResponderExcluir
  11. Alice, tou aqui batendo meu ponto.

    Gostei que você clareou a tela.

    Xau, ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  12. Passei aqui pra lhe desejar: um fim de semana iluminado pra vc amiga.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  13. Passei aqui pra lhe desejar: um fim de semana iluminado pra vc amiga.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  14. opa. obrigado fico entusiasmado esperando suas proximas postagems, assim também como espero seu ponto de vista as minhas proximas,
    bjs, e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  15. OH COISA BONITA MENINA!!!
    Ressentir sem ressentimentos é bommmm demais.Adorei!
    saudade de tí minha loira!
    To voltando, de mansinho...reaprendendo tudo. affff não é mole não.
    Você ainda quer tirar essa mulher daí do template??? Vambora lá tentar. Me diga o que você quer. Você manda maninha!"
    beijos

    ResponderExcluir
  16. Alice querida,

    Estava com saudades de você, amiga!
    Lindo este teu poema!

    "Saudade do que não fiz
    do que deixei pra trás
    de onde fui
    e de onde já não vou mais."

    Eita nostalgia, não? rsrsrs
    Mas gostei que podemos escrever o final no nosso coração! Falou e disse!

    Bom fim de semana, linda! beijinhos

    ResponderExcluir
  17. Bom dia Alice!

    Ganhei vários selinhos e hoje começei a repassar para os meus amigos.

    Têm um lá pra vc.

    beijooo.

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...