16 de novembro de 2008

VIDA DANADA

Para Bete, aquela que sempre tem azeite na botija...
Eita ! vida danada !
esperança abatida,
fé desprezada
amizade perdida,
falsas palavras
verdades escondidas
passado doído
e futuro ferido !

Eita vida danada !
de tanto cansaço
e tanto trabalho,
e de tudo o que faço
de tudo que aprendo
de tudo que cansa
de tudo o que esgota
de todo desânimo renasce a vida
que me anima a juntar
as pedrinhas perdidas.

Eita vida danada!
que nos rasga a alma
e nos rouba a calma
mas que ainda assim
é presente divino
pra quem sabe fazer de algo perdido
algo novo e querido !

Eita vida danada, sô !

http://tsarphatah.blogspot.com/

15 comentários:

  1. Pô...Alice, você conseguiu de novo...

    Taí um resumo, algo nostálgico mas esperançoso, do que tem sido a vidinha da gente.

    São essas coisas que estimulam a gente a continuar, porque na vidona aí fora, pra cada passo que dou pra frente, tem gente me empurrando seis passos para trás...

    Gostei muito...

    E olha...são muuuuuitas pedrinhas perdidas, mas Ele é a rocha!

    ResponderExcluir
  2. É isso aí Bete !! ELE é a tua Rocha, e de presente te deu Elias como teu grande amigo !!... vc pra mim é daquelas poucas pessoas que podem dizer com todas as letras: Sou mais que vencedora !
    Te admiro muito e Deus sempre coloca vc em minhas orações.

    beijos no seu coração

    ResponderExcluir
  3. Oi linda, só para variar, há um desafio no Pequeno Milagre para ti. É bem diferente e vais gostar.

    ResponderExcluir
  4. Vida danada ! mas eu não quero sair dela nem tão cedo. Gosto muito de VIVER.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Muitas verdades num poema pra lá de bem humorado.

    Parabéns

    ResponderExcluir
  6. ...escrever sobre vida danada, respirando os ares do paraíso,
    até que não é nada mal...rss

    amo tua cidade, e um dia
    descansarei meus ossos por aí,
    definitivamente.
    de preferência na minha linda
    Maranduba onde refrigero minha
    alma quando o tempo me pertence.

    amei passear por aqui.

    bjusss

    ResponderExcluir
  7. Alice,

    Que bom que a Bete gostou!!!
    Ela é uma batalhadora, sim, e vencedora, por Jesus, nosso amparo nas horas difíceis!

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Alguns outros poetas brasileiros já haviam declarado:

    "vida louca vida vida breve já que não posso te levar quero que você me leve"

    "e a vida poderia ser bem melhor e será mas isso não impede que eu repita é bonita, é bonita e é bonita"

    E se Jesus afirmou que ele é a vida, então só me resta, como bom mineiro, fazer como você fez em seu poema, cair de joelhos frente a ela e adorá-la:

    "Eita vida danada (de boa), sô!"

    ResponderExcluir
  9. "Viveeeer e não ter a vergonha de ser feliz!!!"

    Lembrei dessa canção ao ler todos esses versos sobre a danadinha... rssrsrsrs

    Amar o que se foi, semear o que virá e aproveitar as maravlhas de nossa colheita...

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. é o retrato da vida no século XXI
    bela alice! bjssssssssss

    ResponderExcluir
  11. Adorei o poema...

    Ainda bem que a bete recebe a visita divina...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Eita vidão!!! Só não tem quem tá morto uai...
    Carinho é o que a gente precisa e gosta e, você maninha, tem de sobra prá dar!
    beijo

    ResponderExcluir
  13. Olá querida Alice,

    Que belo poema, amiga.

    Fico muito feliz que o tenha dedicado á querida Bete.

    Ela merece.
    È sem dúvida uma lutadora.

    Um beijo
    Viviana

    ResponderExcluir
  14. adorei!!! desculpa invadir assim...rssrs mas o final foi o que eu mais gostei! eita vida danada mesmo. =)

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...