21 de fevereiro de 2009

...Alice por Alice

Ando assim, em minha fase info-geriátrica.
Ando em busca do tempo que passou e desejando descobrir o que será do tempo que virá.
Minha eterna ansiedade não me permite silenciar os pensamentos e muito menos a curiosidade. Sempre foi assim.
Em tudo que houve em minha vida elas estavam lá, de braços dados e em eterna amizade.
Quando a ansiedade se une a curiosidade o final nunca será tranquilo, aliás, tranquilidade é algo muito fugaz nessa vida.
Conheço a paz, o amor, a generosidade, a amizade, o companherismo, a certeza, mas a tranquilidade eu só vejo passar. Talvez por isso eu sempre me apegue tanto a imagem de Alice no País das Maravilhas. Ela também nunca conseguiu revestir sua pequena alma de tranquilidade.
Não tome isso como uma reclamação ou reinvidicação ou tristeza, muito menos me diga que estou melancólica, são apenas pensamentos, reflexões livres de uma mente que não pode ser aprisionada por esteriótipos ou doutrinas.... simplesmente escrevo o que sinto, o que sou e o que conheço da forma como imagino, como vivo e como vejo.
Ser Alice em mim é bom, apesar de sempre ser julgada ou perseguida pelas rainhas más dessa vida, e como ela, desperto sentimentos antagônicos em quem encontro.
Minha eterna busca por Deus e pela tranquilidade gera reações adversas, assim como a pequena Alice gerava reações em seus companheiros de aventura.
Posso enlouquecer as lagartas mais piradas ou então tomar meu chá com os sábios de plantão, gero dúvidas em corações religiosos e posso amar tanto Sara quanto Agar.
Corro atrás do tempo e quando vejo é ele que atrás de mim está.
Posso crescer em meio aos pequenos e diminuir junto com os grandes, ainda que que o vice-versa sempre seja uma constante, eu sempre, sempre vou experimentar os xaropinhos dessa vida.
Sou desvendadamente um mistério exposto que todos pensam conhecer, uma moeda sem cara ou coroa, um suspiro num momento à toa, e realista demais para alguém que voa.
Mas como Alice, o que procuro é o caminho de volta pra casa.
Tenho saudades do cheiro de bolo invadindo a sala de estar, do carinho e do aconchego de quem sabe amar, da certeza de que por pior que seja a tempestade dentro de casa ela não poderá entrar.
Sei que minha busca não será em vão, e sei também que um dia vou descansar, mas quem me vê assim tranquila e segura, não sabe a pressa que tenho de chegar lá.
A única coisa que a pequena Alice do conto de fadas não conhecia em sua ansiedade e curiosidade e que eu , eterna Alice dos contos da vida aprendi a conhecer, é que posso estar em tudo abatida, mas jamais destruída....assustada, mas nunca desamparada, .... em busca, mas jamais perdida, .... com medo, mas nunca escondida, ... frágil, mas jamais enfraquecida .... saltando no escuro, mas na certeza dos braços do Pai me aguardando chegar.
Anseio pela verdadeira tranquilidade eterna e segura, e jamais saciarei minha curiosidade em conhece-LO mais.
É lá, nesse país de amor, segurança, sem dor ou desesperança que Alice vai habitar.
...e é esse o seu lar, aqui é só um lugar para estar.

Beijos aos corações amigos de Alice.

20 comentários:

  1. Mulher, que texto delicado, bonito e cheio de vida. Viver, então, é isso. Em todo o tempo, da infância à idade adulta, estamos descobrindo o mundo que há em nós.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. QUERIDA ALICE, TEXTO MARAVILHOSO, ENCANTOU O MEU CORAÇÃO... SUBLIMES PALAVRAS... UM GRANDE ABRAÇO DE CRINHO E TERNURA,
    FERNANDINHA

    ResponderExcluir
  3. Alice, minha linda!

    Você "arraza" tanto nas poesias quanto na prosa, amiga!

    Que texto lindo, sincero, daqueles de "mostrar a cara", "mostrar a alma"!

    "Posso enlouquecer as lagartas mais piradas ou então tomar meu chá com os sábios de plantão, gero dúvidas em corações religiosos e posso amar tanto Sara quanto Agar."

    Gostei desta frase! Mais sincera, impossível!

    God bless your heart, Alice!

    Conhece esta música de Sérgio Pimenta?

    "Lá está o meu tesouro, lá onde não há choro
    Onde todos cantaremos juntos, hinos de louvor
    Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia
    Hinos de louvor ao Senhor"

    Amém!
    beijinho carinhoso em você e no Tatá!

    ResponderExcluir
  4. Alice, que texto mais lindo...
    Forte e ao mesmo tempo tão suave; encantador!

    Nós somos assim mesmo, um emaranhado de contradições, de incertzas humanas, mas...

    Firmes na Rocha!!!
    Inabaláveis, apesar de fracos

    E a certeza que estamos aqui de passagem, e iremos com Cristo morar,
    Já vale toda a viagem...

    I Cor 13: 13 "Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estas tres, mas o maior destes é o amor"

    Bjs a vocês

    ResponderExcluir
  5. Jacinta,

    é esse mundo de gente grande o que mais me assusta... bjuss

    Fernandinha,

    Ternura e doçura são as palavras que sempre Deus coloca emsuas mãos paraque nossos corações sejam agraciados.

    bjinhusss

    NeliLinda,

    Uma das coisas que gosto de fazer na vida é de mostrar a cara! creio que isso é muito saudável, pois a alma exposta não gera dúvidas !! .... em compensação tem muita gente que se incomoda não é ?...hehehee

    adoro vc !! bjusssssssss


    Carminha,

    ... e se não fosse esse grande amor que nos faz amar por ELE nos ter amado primeiro, talvez hoje estaríamos de uma forma terrível e desesperada.... Graças a Ele por Ele nos amar !!

    bjussssssssss

    ResponderExcluir
  6. Ah! Descobri mais uma Alice! rsrsr
    Gostei muito do blog. Esse tom rosa é a cara das Alices.

    ResponderExcluir
  7. Desculpa pela minha ausência, mais estou trabalhando, Florianopolis está lotada de turistas para o Carnaval.
    Só passei para desejar um bom fim de Carnaval e uma ótima semana.
    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Oi Minha Alice, preferida, saida dos contos para viver um mundo bem real.

    Gostei demais da nova roupa do blog.

    Passando para te abracar e te desejar uma semana de bencaos.

    ResponderExcluir
  9. Lindo texto!

    É semrpre bom passar por aqui!

    Tudo muito lindo.

    Beijos
    Deus te abençoe!

    ResponderExcluir
  10. Oi Alice...
    tem algo no meu blog esperando por você...
    beijos!

    ResponderExcluir
  11. Querida Alice
    Ultimamente, tem sido só a Mariazita a postar no Lírios. Os estudos absorvem-me muito tempo, e como estão em primeiro lugar, a Mariazita tem me feito o favor de manter o blog activo. Não sei se ela vai querer fazer isso muito tempo. Vamos ver, senão terá que fechar.
    Como ela tem estado ausente, resolvi eu postar um poema da minha poeta preferida - Florbela Espanca.
    Espero que vás ver e que gostes.

    Gostei muito do teu texto, que revela uma pessoa com grande força de vontade e gosto de viver.
    Até sempre

    Beijos da Líria

    ResponderExcluir
  12. ________________________________

    Muito bonito o que você escreveu!

    Reconhecer as fraquezas é uma virtude, mas, jamais deixar que elas nos comandem a vida...

    Beijos de luz e carinho!

    _________________________________

    ResponderExcluir
  13. Alice,

    Os pensamentos não podem ser mesmos silenciados, por isso continue nos presenteando com seus lindos poemas e reflexões.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  14. EU TBM, AS VEZES, GOSTO DO FAZ DE CONTA, NOS TIRA DESSA REALIDADE CRUEL.

    AMIGA, COMO PASSOU DE CARNAVAL ?

    BJS

    ResponderExcluir
  15. Lindo texto Alice.
    Introspectivo mas elucidativo sobre a tua pessoa. Cheio de sinceridade na alma.
    Passei para visitar e conhecer-te.
    beijos e saúde!!!

    ResponderExcluir
  16. Q delícia de texto!! É sempre um prazer enorme passar por aqui, embora nem sempre deixe um comentário. rsrs Coisas da blogosfera.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  17. Voltei, amiga, e me deparo com um visual "tchan" e um texto arrepiante.
    Valeu!

    ResponderExcluir
  18. Você sempre me surpreende! Graças a Deus! É minha inspiração...
    Que texto arrepiante!!
    Fico feliz por te conhecer de perto, poder te abraçar vez em quando e te ler sempre...Minha irmã mais real, Alice!
    Ficou lindo demais esse layout! Tá vendo como você é fera?
    Me perdoe a ausência, mas ficamos sem Internet, vc sabe. Agora já está tudo bem, vamos ver se dura, é só não cair mais nenhum raio ou jaca em cima dos rádios, nem nenhum gambá roer os fios, essas coisinhas rssss
    Um abração querida!!!!!
    Quer que eu coloque letrinhas diferentes no título? É só falar!
    bjk
    \0/

    ResponderExcluir
  19. Já estou de volta e nessa semana que comemoramos o Dia Internacional da Mulher meu blog será voltado a nós mulheres e tem selo "Mulher 2009" la pra vc.

    beijooo

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...