12 de março de 2009

Simples ou Complicado

Simples é aquilo que não complica seus sentimentos e traz logo entendimento para sua alma, ou seja, simples é tudo o que te dizem e nunca o que você vive.
Tudo que vivemos só é simples enquanto alegra e não tem problema, a partir daí, torna-se muito complicado.
Viver é complicado, apesar disso parecer simples.
Repare. Todos aqueles que te consolam não estão vivendo em você e portanto não conhecem suas complicações e as medidas de suas dores, seus medos e a extensão de seus temores, suas inseguranças e a profundidade de suas expectativas, mas apenas aconselham com simplicidade (e creio, amizade), que venhamos a simplificar o que vivemos.
Gosto demais das coisas simples.
Gosto de flores e montanhas, do silencio da cidade vazia em tarde de inverno, de manhã de sol depois de uma noite fria, de deitar depois do almoço, de andar despreocupada com os olhares, de falar com Deus nas madrugadas, de olhar o mar em dias mansos, de caminhar na beira da praia.
Gosto da simplicidade da alma e da descomplicação que me traz a calma.
Gosto de cores fortes e tons suaves, de braços fortes e ombros largos, de palavras que decidem e pensamentos praticos.
Detesto enrolação, gente que faz teatro de suas dores e desejos, mentiras e manipulações, gente chata, falsa ou reclamenta.
Enfim, gosto da simplicidade, e gosto dela em qualquer idade.
Não vejo problema em envelhecer, não brigo com a lei da gravidade e nem com meus cabelos brancos, sei que inevitavelmente morreremos e que finalmente com Deus estaremos.
Creio na verdade da Palavra de Deus e na simplicidade do evangelho de Cristo, e vivo por isso.
Não me ajunto aos complicados e me afasto dos malvados, detesto discussões, contendas ou divisões, e não frequento lugares onde se reúnem os hipócritas.
Não costumo sonhar, criar expectativas ou esperar algo em troca.
Amo a liberdade de ser eu mesma e de poder ver os outros serem também.
Detesto chorar, sofrer, me magoar ou sentir dor.
Gosto demais do que é simples, liso, reto, claro, transparente, rápido e descomplicado.
Então o que complica minha vida ?
Complica é eu não ser só, não depender do que gosto, estar exposta as circunstâncias, ser vulnerável ao inesperado, e muitas vezes ter que aceitar o que dá pra aceitar (o que nem sempre é o que quero aceitar).
Complica é ver que o controle da vida pode se tornar fora de controle a qualquer instante.
Complica é acordar cedo e continuar sem saber o que fazer para resolver o que vem complicando a vida e desfazendo os planos.
Complica é ter descomplicar o complicado da maneira mais simples , e simplificar o simples para que esse não se complique.
Mas antes que você se complique com a complicada simplicidade dessas palavras, quero resumir o que sinto:
Ser simples é muito complicado, mas mais complicado é simplificar o que complicado está.
Ou seja,
...Vamos em frente.... por que atrás vem gente !
(que empurra, passa por cima, pisa, complica...)
... e eu agora vou correndo para meu serviço antes que isso me me complique...rsrsrssss
beijos

13 comentários:

  1. Pronto fiquei simplesmente descomplicada :)

    beijinho e bom trabalho

    ResponderExcluir
  2. Engraçado, tenho essa mania de querer complicar o que é bem simples...
    bjos!

    ResponderExcluir
  3. QUERIDA ALICE, A VIDA É SIMPLES NÓS É QUE A COMPLICAMOS... BEIJINHOS DE CARINHO,
    FERNANDINHA

    ResponderExcluir
  4. Vesti a carapuça quando fala de braços fortes e ombros largos sem complicação.

    Ti amo!

    ResponderExcluir
  5. :)

    Adorei, amiga!

    Tirando algumas "cositas", eu poderia ter assinado este post, rsrsrs

    Você é muito querida, linda!

    beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Alice, conseguiu expressar o que exatamente o que sentimos as vezes e tentamos explicar a nós mesmos.
    O ser humano é complicado não? Mas com toda essa complicação, como é maravilhoso!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Alice, para descomplicar nosso momento complicado - acho que o mais complicado até hoje! - só entrando no seu barquinho, fechando os olhos e respirando fundo por alguns minutos.

    Não dura muito, mas cada vez alivia um pouco mais!

    Beijinho

    Talita

    ResponderExcluir
  8. Que delicia!

    Voltar ao mundo dos blogs e ler um texto tão rico como esse!

    Tô aqui, tentando descomplicar tbm meus dias e minha rotina.

    Vamo' que vamo'! agente consegue!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Para lá desta janela sincera
    Mora a luz radiosa, inconstante
    Esta Lira liberta uma breve melodia
    Que a brisa carrega adiante

    Passos amedrontados
    Olhos abertos sem vida, sem fervor
    Sons mais que mil e muitos
    Máscara da ironia de Deus superior

    Bom fim de semana


    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  10. Provei o fel sabor de uma outra vida
    Nas ruas desnudadas, lotes incertos do sem andar…
    Caminhei pelos desertos secos de alma perdida
    Entrando pela porta em que ninguém quer entrar

    Passando para dizer,
    Que me apraz aqui estar…
    Que nesta sexta-feira treze,
    Aconteça o que acontecer
    Um bom fim-de-semana irá ser
    E que o amor e paz possa reinar!

    O eterno abraço…

    -MANZAS-

    ResponderExcluir
  11. Oi Alice! Como vai?

    Já diz aquela sábia e velha frase... O que não tem solução já está solucionado! Recorremos então a um plano B, que por sua vez, pode vir a trazer um antídoto que anule as consequências já certas do problema em questão, e assim descomplicar um caso complicado!

    TENHA UM ÓTIMO FINAL DE SEMANA!

    BEIJOS.

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...