21 de julho de 2009

Dentro de mim

Há dentro de mim um caminho não trilhado
e um grito sufocado,

Há aquilo que não fui e tudo o que não vi
Há a uma vida não vivida e outra mal parida
Há muita fome e pouco pão
Há pouco sim pra tanto não
Há o sonho perdido e o roubado
Há pouca inocência nesses culpados

Há dentro de mim um caminho sufocado
por um grito não trilhado.

9 comentários:

  1. Alice, minha poetisa/poeta preferida!!! Q lindo!! Tocante... Vc é um espetáculo. Bjinhos.

    ResponderExcluir
  2. Também há dentro de mim
    Falta de grande afago...
    Queria muito poder esquecer
    Esta revolta que não apago...
    É verdade o que dizes mas, é assim mesmo infelizmente...
    Beijinho prateado

    SOL

    ResponderExcluir
  3. Oi, Alice!


    Grita o grito de tua alma!
    Grita o que vai por dentro de ti!
    Grita o grita que não cala!
    Escreve, como boca que fala!!


    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Alicinhaaaaa, foi bão toda vida não...

    Ô trem bão...

    Tem pão quente por la, aparece...

    ResponderExcluir
  5. Querida Alice

    Palavras sentidas

    Palavras muito belas.

    Próprias de um grande e sensível coração de Mulher.

    Um beijo

    viviana

    ResponderExcluir
  6. Que tenha sempre dentro de ti o renascimento... uma flor desabroxando após outra... que a vida dentro de ti sempre eclodirá.

    Não me conhece e nem eu te conheço. mas já te conheço.

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...