26 de julho de 2009

O Silêncio do Silenciar

É no silêncio que me encontro
é no silêncio que quero estar
é no silêncio que descanso quando já não aguento mais procurar
é no silêncio que entendo a sublime importância do amar
é no silêncio que com calma consigo minha alma silenciar
é no silêncio que descubro o que escondido em mim está
e é só em silêncio que escuto o meu Deus comigo falar.

Então,

Silencio para o encontro e para estar
Silencio para o descanso e o procurar
Silencio para o entendimento e para o amar
Silencio com a calma do silenciar
Silencio na descoberta de que Deus em mim está.

13 comentários:

  1. Amo te ler..
    Silêncio.. incrível..
    fico sem palavras..
    ah, amei esse poema!

    ResponderExcluir
  2. Sabios aqueles que conseguem entender o silêncio!
    Demorei muito tempo para entender que esse mesmo silencio que me doia a alma não era ruim na verdade, sufocante e sim uma forma de silenciar meus sentimentos para poder entende-los.
    Sempre fui muito de falar e nunca calar, hoje procuro pensar mais nos meus atos antes de faze-los, pois é no silencio que descubro seu verdadeiro significado.

    Muito bom o texto.
    Parabens !!!

    ResponderExcluir
  3. A qualquer hora em que chegares,
    sentarás comigo à minha mesa.
    A qualquer hora em que bateres a minha porta,
    o meu coração também se abrirá.
    A qualquer hora em que chamares,
    eu me apressarei.
    A qualquer hora em que vieres,
    será o melhor tempo de te receber.
    A qualquer hora em que te decidires,
    estarei pronto para te seguir.
    A qualquer hora em que quiseres beber,
    eu irei a fonte.
    A qualquer hora em que te alegrares,
    eu bendirei ao Senhor.
    A qualquer hora em que sorrires,
    será mais uma graça que o senhor me concede.
    A qualquer hora em que quiseres partir;
    eu irei à frente nos caminhos.
    A qualquer hora em que caíres,
    eu estenderei os braços.
    A qualquer hora, em que te cansares,
    eu levarei a cruz.
    A qualquer hora em que te sentires triste,
    eu permanecerei contigo,
    A qualquer hora em que te lembrares de mim,
    eu acharei a vida mais bela.
    A qualquer hora em que partires,
    ficarás com a lembrança de uma flor.
    A qualquer hora em que voltares,
    renovarás todas minhas alegrias.
    A qualquer hora que quiseres uma rosa,
    eu te darei toda roseira.
    Eu te digo tudo isso, porque não posso imaginar
    uma amizade que não seja toda,
    de todos os instantes e para todo bem.

    by: Cid Moreira

    Desejo uma linda semana com muito amor e carinho.
    Abraços
    Eduardo

    ResponderExcluir
  4. Muito bonito, realmente você escreve e ja escreveu muitos textos lindos e pelo qual em alguns me identifico!!!Que Deus continue te usando.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Alice!


    E no teu silêncio, vou silenciar. E silente descobrir, que Deus em mim também está!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Eu me encontro na música, embora haja momentos que não há melhor companhia que o silêncio.

    Vim matar saudades!

    Beijos,
    Jac C.
    http://abcdejac.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Ë no silêncio que me refaço...

    bjs, Alice

    ResponderExcluir
  8. É no silêncio que nos encontramos com nosso eu interior.

    Lindo texto querida

    Beijossssssssssssss

    ResponderExcluir
  9. O silencio trata da nossa Alma.

    Liiinnnddo.

    ResponderExcluir
  10. Alice querida,

    Que lindo este teu silêncio, amiga!

    Eu que sempre tenho a casa cheia e barulhenta, "necessito" sempre de um silêncio para me encontrar com Deus e poder me encontrar.

    Lindas palavras, belo poema, amiga!
    Adoro tudo o que escreve. beijocas,

    Neli

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...