25 de fevereiro de 2011

Feelings

Ando
de peito rasgado
e alma parida...
Sangro
suave e lentamente
escorrendo de mim a vida...
E entre meus dedos
escorre o tempo
lento
e sorrateiro tempo
que tudo me leva
e a todos me entrega.

2 comentários:

  1. NoOoOoOooossa,

    Confesso que Li, parei, respirei fundo, Reeli, parei de novo e meditei.

    No tocante a reflexão, ainda a esperança.

    Bjss

    Confissões Insanas

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...