19 de abril de 2011

Revigorante...

Delicadas são as flores, que por saberem de sua capacidade de iluminar, tornam-se frágeis e passageiras...

Agradável é o vento, que refresca a alma em dias de aflição, calor e dor...

Suave é o toque da água fria na pele quente, que arrepia a vida e faz estalar a alegria...

Maravilhoso é o toque do amante, que transforma em música o tempo e o ato...

Revigorante é o adormecer da alma, que ao descansar e se entregar da lida dessa vida, pode se refrescar na delicada, agradável, suave e maravilhosa presença de Deus...



***

Um comentário:

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...