3 de julho de 2011

Absinto que me leve

Se

o absinto

que sinto

me levar,
então eu vou,
e deixo

que o que sinto

em absinto

me leve...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...