4 de julho de 2011

Então tá.

Então tá.
Faz de conta que acredito
faz de conta que não foi dito
faz de conta que não corro o risco.
Então tá.
Faz de conta que não vi
faz de conta que não ouvi
faz de conta que não estou aqui.
Então tá.
Faz de conta que é meu amigo
faz de conta que estás comigo
faz de conta que eu não ligo.
Então tá.
Se a vida é assim
um faz de conta sem fim
onde será que vai dar
quem quer na realidade
só amar?

4 comentários:

  1. Lindo poema!!!

    Faz de conta que, então tá...

    bjs, querida!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Antes de mais nada , parabéns pelo blogue ! :)

    Gostaríamos muito que desse uma vista de olhos no projecto DVB, de saber a sua opinião e.... qual o interesse em desenvolver o seu trabalho neste novo formato .

    "Transformamos" o seu trabalhos (já editados em livro, ou não), num DVB- Digital Video Book, uma ideia original da Pastelaria Studios Productions

    http://pastelariaestudios.blogspot.com/

    É exactamente isso, os seus poemas seriam " trabalhados " em DVB . Um livro que se vê como um filme ...

    O projecto é recente , é uma inovação , tal como explicamos no blogue.

    Não se trata do mesmo funcionamento duma editora "normal", pois não somos uma editora e prestamos essencialmente um serviço criativo .

    A minha sugestão seria, enviar-nos os seus "registos", e nós faremos um orçamento.
    Posso adiantar que , por ser um projecto novo e , embora o trabalho criativo ( audio, voz, imagen, construção do DVB, etc ) seja bastante, queremos chegar ao maior número de autores de obras escritas , mesmo que essas estejam na "gaveta" .

    um abraço
    espero a resposta
    qualquer dúvida estamos por aqui


    pastelariaestudios@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. Um belo poema... É verdade passamos os dias a fazer de conta que "tá" que está tudo bem.. que talvez algum dia tudo será melhor!
    Estou a gostar imenso no seu blog!
    Se me permite gostaria de o seguir :)

    Atenciosamente,
    Carlos Leite, http://opintordesonhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. nossa... exatamente isso. exatamente o que tenho pensado nos ultimos dias, semanas... ahhh. então tá assim até achar a resolução...

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...