8 de setembro de 2007

Enquanto houver pra onde olhar

Enquanto houver pra onde olhar,
a esperança estará em mim
a distancia não me separará de ti
o destino me guiará
a fé me sustentará,
os amigos me ampararão
o tempo não me assustará
a tristeza não terá morada
a decepção não me encontrará


Enquanto houver pra onde olhar,
vou guiar meu coração
libertar minhas emoções
voar em minha alma e no espírito descansar
vou crer e acreditar
vou ver e enxergar
ouvir e escutar
vou sentir e vou amar
mas somente enquanto houver pra onde olhar.

3 comentários:

  1. Oi Querida!!!
    Um lindo final de semana pra ti...
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Oi Alice, querida...

    Quando penso que estou perdida
    Andando às cegas pela vida
    Quando penso que perdí meu Deus de vista
    E caminho tropega, embriagada de dor
    Me lembro...
    Nada pode me separar do Teu amor

    Não choro
    Derramo meu olhar por inteiro
    A esperança me aquieta
    Espera...
    Nada pode me separar o Teu amor


    Um poeminha prá você hehehe

    Dá uma olhada nesses endreços:

    http://www.lhmbrasil.com.br/blog

    http://volneyf.blogspot.com/

    http://oficiodoschavoes.blogspot.com/

    http://danielbedhung.blogspot.com/

    http://momentoscomdeus.blogspot.com

    http://alexvando.blogspot.com/

    Me diga se quer acrescentar à sua lista. Se vc quiser, te ensino a colocar no blog, mas prá isso, vc tem que me visitar hehehehe.
    bjk

    ResponderExcluir
  3. Oi Alice,boa tarde.Como sempre,os seus poemas estão dizendo coisas lindas nas entre linhas,enquanto houver pra onde olhar... .Vou estar
    sempre atento em olhar somente para
    o que merece ser amado,para o que nos proporcione alegria pois no fi
    nal,sempre vai haver algo que nos
    fará bem à visão.Bjão e fique com
    DEUS.

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...