31 de janeiro de 2008

Eu tenho medo, e você ?

Eu sempre tenho medo.
Não conto isso pra ninguém, mas tenho medo, e muito.
Tenho medo de barata, de bandido, de acidentes, de doenças, medo de que meus filhos morram ou que aconteça algo ruim com eles, que meu marido sofra qualquer coisa ruim, medo de morrer e deixar minha família, medo de não conseguir pagar as contas, de não ter dinheiro pra cobrir o cheque, de ficar pobre e morar debaixo da ponte, medo das calúnias e fofocas que podem destruir , medo de bater o carro, de ficar aleijada, medo da inveja, do ciúme, da solidão e da depressão, medo de altura e montanha russa, de fogos de artifício e dos rojões, medo de cachorro grande, medo de acordar e tudo começar a dar errado....tenho medo, tenho muitos medos.
Ninguem sabe que tenho medo, nem que são tantos os medos que tenho.

As pessoas me acham corajosa, me veêm como alguém forte, segura, e me procuram para se fortalecer, aconselhar-se, encontrar descanso.
E eu.... eu os aconselho, fortaleço e acalento, mas não por isso deixo de ter medo.

Engraçado é que não tenho o medo mais comum, que é o medo de morrer, talvez por minha formação cristã e minha fé, mas tenho medo da forma que vou morrer.

Tenho medo de não agradar, de errar, de decepcionar.
Tenho medo da vergonha e das afrontas, tenho medo de ter que brigar ou gritar e ninguém me ouvir..., e tenho medo de não conseguir superar esses meus medos como venho fazendo a quase 50 anos.

Ja pensei em fazer análise, mas acho que o analista teria medo de mim. (rsrss)

Mas tenho um medo que é enorme e que me assombra sempre, que é o medo de não estar perto de Deus.
Não sei você, mas eu preciso DELE de verdade.

Como resolvi confessar meus medos, vou dizer :
Creio que meu medo é medo de ter medo.

Mas sei tambem que ele (o medo) faz parte de nossas vidas e que todos nós o temos em nosso dia-a-dia.
Sei que ele vem e que ele passa e que na maioria das vezes faz isso sozinho, e sei tambem que não se deve desafiá-lo, pois quando se enfurece, costuma se voltar contra nós mesmos.
Por isso, num rompante de coragem é que confesso: Tenho medo.

E você ?
Tem medo do que ?

11 comentários:

  1. há mto tempo tive medo de ficar sozinho, do peso da solidão que poderia cair sob minha vida, mediante escolhas que fiz, um dia [ ou nem fiz, fizeram por mim], até que percebi que poderia usar isso a meu favor e escravizar esse momento dito como deprê. hoje meu maior medo é de não conseguir me expressar como tento ou de não me fazer entender de maneira clara ou óbvia, a gente precisa aprender a dominar nossos medos escravizando-os. gotei mto do blog, de verdade. um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Medos todos temos é-nos incutido
    Desde crianças, e isso pode nos levar á insegurança,
    O medo é uma forma de nos proteger de nos acautelar
    Contra muitas coisas, mas não podemos deixar que esse
    Medo nos escravize, eu penso assim:
    Todos temos o nosso caminho a percorrer é feito de coisas
    boas e más, as más fazem com que possamos dar mais valor ás boas
    Devemos estar atentos, ir aprendendo, pois acho que o que estamos
    A fazer na Terra é um aprendizado, por isso devemos de deixar
    A vida ir deslizando sem medos demais, pois isso condiciona
    O nosso viver

    Beijinhos
    luna

    ResponderExcluir
  3. Amiga , tenho estado aqui a pensar e na realidade...não sei se é bom ou máu , mas axo que não tenho medo de mais nada,porém se descobrir algum eu te digo
    Beijinho prateado
    Bom fim de semana
    SOL

    ResponderExcluir
  4. Todos nós temos vários medos, pode ter certeza...
    Eu tenho vários. Me acho até muito medroso.
    Boa reflexão.

    bejo.

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho medo de morrer... não sei por que, mas tenho sim! Talvez pelo desconhecido. As vezes penso que meus medos são falta de Fé, mesmo acreditando que a tenho... dá pra entender?? Um outro medo que tenho é de decepcionar a quem amo. Sei que a maneira com que encaro e levo a minha vida, gera uma grande expectativa em torno de mim... mas eu bem sei o quanto me custa ser quem e como eu sou!
    É isso aí, lindinha!!
    Faz tempo que não passa no meu cantinho, né??
    Beijinhos
    Li

    ResponderExcluir
  6. Alice, minha lindaa

    Eu tenho medo de muitas coisas...
    Solidão, cair de salto no meio da rua, repetir de ano, me cortar com pirulito, de assalto, etc... etc...

    Tenho medos bobos ainda...
    Ás vezes, nossos medos nos prendem, outras vezes nos protegem...

    Beijão
    8)

    ResponderExcluir
  7. Bom dia,

    Entendo o medo como uma das coisas mais naturais da vida, mesmo pq a vida é uma coisa relativa.
    O homem é pó, e ao pó voltará...
    Decifra-me ou te devoro...
    Só sei que nada sei...
    Falar do medo, talvez seja a única maneira de enfrentar a fera.
    bjs.

    ResponderExcluir
  8. Muitos... tantos... que tenho até medo de pensar... e esta foto... eita... medoooooooo
    Beijos Mila

    ResponderExcluir
  9. Medo é o obstáculo maior à vida e tds o temos ,ou melhor sentimos,de vez em qd.
    Se o medo passar a Pânico,se te paralizar...procura uma panaceia,seja em comprimidos,análise,religião desporto,sexo....mas não deixes que ele te impeça de usufruir a existência.
    Fala uma doente de síndrome do pânico.....;)
    Eu escrevo pra ca**,leio muiiito,trato do cão e disto e daquilo só para não deixar o medo entrar...sabes como é?kkkk....ah e tomo uma coisas químicas de tarja preta para não sucumbir ao dito cujo!
    Beijoss:)))

    ResponderExcluir
  10. Oie linda...

    Tem um prêmio pra você lá no Somente EU mesma.

    Bjs

    Janaína

    ResponderExcluir
  11. Eu não tenho medo de NADA!
    Andei vasculhando seu blog para encontrar o mau que se está a passar em Setembro/2008. Encontrei este post. Bingo! Fomentas este medo, desde há muito tempo. Alimenta-o com esperança de que ele nunca desapareça.
    Tens que confiar na vida que o DEUS que tanto diz que ouves, lhe ofertou. Se tens tudo no lugar, o medo serve para que? Se sabes que nada é para sempre?
    Cada pessoa e objeto tem seu limite de existência. O seu medo só lhe vai atrasar. Nunca vi ninguém andar para frente, olhando para trás. Até as pegadas perdemos assim que damos mais um passo, amiga.
    Não vou descansar enquanto não te ver feliz!!!!
    Chame-me melga, ou o que quiser. Mas quando gosto de alguém, não lhe largo a mão!
    Tenho dito!

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...