5 de janeiro de 2008

Minha (nossa) Dor

Qual é a dor mais doída?
a dor da alma
a dor do corpo
ou a dor da vida ?
Onde dói mais a dor mais doída?
na sua tristeza
na sua doença,
ou na sua ferida?
Onde se cura a tua dor mais doída?
no pseudo-perdão,
na mão do cirurgião,
ou no amor pela vida ?

A dor que dói
de maneira doída
que rompe as feridas
e que enlouquece a vida,
é a dor que dói escondida no segredo da vida.

11 comentários:

  1. Acabei de ler no blog
    http://abrigodossabios-paulo.blogspot.com/

    ...
    Às vezes ocorre-me ficar sem palavras mas, falando a sério, experimento uma resistência enorme ao tentar compreender isto tudo. Nunca ninguém deu entrada nas urgências do Santa Maria:

    - Cortei-me na alma. De quantos pontos acha o Senhor Doutor que eu preciso?

    e ainda passo horas ao espelho à espera de encontrar um qualquer sinal exterior dessa entidade metafísica.

    ....
    Que dor é mais doína não mana???
    Se cuida... visícula doiii prá carammmba!
    tbm amo vc!

    ResponderExcluir
  2. A pior dor é aquela que a gente sabe que tem que sentir, sem escapatória.

    Lindo o texto, Alice.
    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia querida Alice!
    Acabei de chegar da balada tô só esperando amanhecer para ir ao clube...rsrsrs (trabalhar de madrugada é isso... vira nosso dia de cabeça pra baixo...)
    Adorei o poema...
    Esses dias tive a perda de um familiar... A família toda está com essa dor do adeus... Eu, tento celebrar essa vida com alegria... pois viver 89 anos é coisa pra maestro da vida mesmo...
    Se eu chegar aos 75 tô feliz... rsrsrs
    Olhe, vou lhe dar uma bronca! Vc centralizou o texto de vida e morte e não ficou legal... rsrsrs tava, manero um na esquerda e outro na direita... estava visualmente poético...rsrsrs mas vc teve seus motivos né?
    Um beijão! E tenha um excelentissímo Domingo! Ubatuba já pertence aos nativos e moradores da região? aproveite a cidade!
    Eba! o sol bateu na janela!
    Vou vestir a sunga!
    Fui!

    ResponderExcluir
  4. Alice, vc citou todas as dores... Eu, por exemplo, sofri durante muitos anos com cólicas de rim. Cheguei a expelir mais de 60 pedrinhas (algumas enormes!). Era um sofrimento só. Cheguei a ser internado várias vezes, fiz vários exames e tratamentos, tomei todo tipo de chás, remédios, etc... Quando comecei a cuidar da minha "essência", da minha "alma", as cólicas sumiram, como que por encanto. Somos um imã mental e espiritual, que atrai sofrimento ou felicidade, prazer ou dor!

    Chove hoje em Barretos. E aí em Ubatuba, como está?

    bjs do nil

    PS: ah, concordo com o colega "aventureiro". Tb acho que ficava melhor o poema da Vida e Morte da maneira como vc havia postado anteriormente. Mas, como ele disse, vc tem suas razões (rs).

    ResponderExcluir
  5. Querida amiga, desejo para ti e para os teus, um excelente 2008.

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Aliceeeeeeeee !!!!!!!!!
    Como achou o meu blog ? Pegou o link no orkut ?
    Vou fuçar o seu agora... ahahah
    Debaixo do chapéu só tem um passarinho curioso que quer voar cada dia mais. Nada de muito mistério.
    Beijão nesse seu narizinho estilo Pitanguy. Mas legítimo.
    Assis de Mello/ Chico/ Buda

    ResponderExcluir
  7. Moça, adorei seus textos, esse então foi de tirar o fôlego!
    lindo lindo lindo, boas indagações e ótimas respostas. Minha prima gostou tanto que vai colocar no orkut dela=)[com seu nome como autora lógico], assim até divulga pra você.

    =)
    beijos.
    posso te add nos meus favoritos?

    ResponderExcluir
  8. OI querida Alice...a pior de todas as dores, é a dor da alma;;;esta realmente machuca e deixa marcas...

    Aproveitando quero convidar-te a visitar meu mais novo blog, Surtando no Divã...Vale a pena conferir...

    hrrp://surtandonodiva.blogspot.com/

    Beijos no coração...

    ResponderExcluir
  9. Acho que a pior dor é aquela que estamos sentindo no momento.
    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Concordo com Edna,é a que estamos sentindo no momento...
    Não dá para comparar...só para esquecer:)
    Que as tuas dores vão EFECTIVAMENTE para a cruz com aquele que já as levou todas por nós.As minhas tbm,chiça!!!
    Bjj:)

    ResponderExcluir
  11. Alice,

    tamanha dor edificou-me, especialmente pela forma bela usada para verbalizar algo tão desconfortante. No entanto, aquilo que é precioso, via de regra, surge após um período de dor. Hoje eu entendo melhor as ostras e suas pérolas.

    Graça, paz e bem!

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...