1 de maio de 2008

O desconhecido

...e então,
fixo o olhar,
prendo a respiração
seguro o coração
e esforço o entendimento
agarro-me ao meu Deus e a minha fé
para contemplar o que vem a minha frente
o que corre em minha direção
o que se aproxima tão rapidamente
o que me atormenta a alma
o que me silencia enquanto aguardo.

Será boa a notícia do mensageiro?

14 comentários:

  1. Oi, Alice, passei só pra te deixar um beijin. Suas poesias estão cada vez melhores, parabéns.

    : )

    ResponderExcluir
  2. Enquanto a ansiedade cresce, milhões de pensamentos nos invadem.
    Boas notícias, más notícias, notícias indiferentes. Com cada uma delas nosso coração se debate num ritmo diferente, para nos dar a possibilidade de apreciar estas mensagens que vêm e que nos força a sentir.

    Ah! Adorei o novo template do blog, Alice! Ficou tão intenso, e ao mesmo tempo tão relaxante! =]

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  3. Quanto tempo não passo por aqui.
    Como você está?

    Um grande beijo querida!

    ResponderExcluir
  4. Será sim a boa notícia do mensageiro que vai te levando um beijo para o final de semana.....
    ZC

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho procurado me libertar da sensação de que o desconhecido pode ser ruim, tenho me esforçado para caminhar com fé...mas é difícil. Confesso que meu coração se aperta, principalmente no que diz respeito ao meu filho.

    ResponderExcluir
  6. Olá querida Amiga Alice, belo poema!
    Terás boas notícias, mereces... Bom fim de semana!
    Beijinhos de carinho,
    Fernandinha

    ResponderExcluir
  7. “Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas!” Rm 10: 15 ;)


    Beijão Alice,
    Deus abençoe ricamente sua vida.


    Bom final de semana pra ti e sua família...

    ResponderExcluir
  8. Sim... ventos do sul trazem boas notícias!!! os do norte também!!!

    beijos daqui...

    ResponderExcluir
  9. Olá querida Alice!

    Que bom que o bom Deus lhe concedeu eese dom maravilhoso, de transformar em palavras tão belas e tocantes, aquilo com quew Ele enche o seu coração...

    È sempre delicioso passar por aqui.

    Continue por favor.

    Um abraço carinhoso

    viviana

    ResponderExcluir
  10. Pelo menos você tem alguém e alguma coisa em que se apoiar...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Que o ventos nos traga boas noticias... Bjoka ;)

    ResponderExcluir
  12. Olá doce Alice!
    Acredita que essa sua poesia me remeteu aos anos de 94 a 98 onde começei a fazer amigos por carta. Lembro que eu ficava na porta do prédio esperando o carteiro passar e entregar cartas de pessoas tão especiais que conheci naquela época. eu ficava injuriado quando não chegavam, e quando vinham passava a tarde inteira respondendo... tudo tão belo e antigo... meu Deus! estou numa nostalgia louca...rsrsrs
    Bjos!
    Bom domingo. Deus a abençõe.

    ResponderExcluir
  13. Oie Alice.

    Eu aguardo o mensageiro bater a minha porta, e sem pensar irei correndo receber o terá me trago, e assim poderei eu talvez rever a minha esperança em forma de presente!!!

    Bjs

    Janaína

    ResponderExcluir
  14. Espero que essa mensagem seja realmente uma boa nova...
    Por que o desconhecido nem sempre é favorável...

    Mas vamos com fé, ela que nos move.

    [Desculpa a demora pra comentar e a falta de atualização...ando realmente sem inspiração]

    Bejo!

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...