6 de abril de 2009

Na cidade onde moro
há montanhas e há o mar
há banquinhos pela orla
onde nos sentamos para orar,
Para orar e agradecer
pela paz desse lugar
por essa gente tão amiga
que dá gosto de amar,
Na cidade onde moro
já sofri e já sorri
e já salguei com minhas lágrimas
um pouquinho desse mar
mas foi aqui nesse lugar
que aprendi a amar e a perdoar,
Na cidade onde moro
posso ver o sol se por e sentir muito calor
muitas flores e muitos pássaros
enchendo minha vida de cor,
Na cidade onde eu moro
Deus nunca me deixou
e começo a desconfiar
que é bem aqui nesse lindo lugar
tão bom e tão bonito
que o Senhor vem me buscar...

4 comentários:

  1. Existe um lugar reservado para nós e ali quando nos encontramos e vivemos com paz interior o Senhor com certeza vem nos buscar!!
    beijos

    ResponderExcluir
  2. Querida Alice, este seu novo post está lindo como todos, mas o que não me sai mesmo da cabeça são os seus "anjos que deixaram as asas com Deus".

    Eles estão ficando muito frequentes em situações como as que estamos vivendo, e eu não paro de vê-los em toda parte que vamos, e de agradecer por eles.

    Beijinhos pra vocês aí no paraíso!

    Talita

    ResponderExcluir
  3. Este é um comentário convite para mais um evento sobre literatura em 18 de abril no Fio de Ariadne.
    Visite o Fio amanhã, 08 de abril e, caso se identifique com a ideia, coloque seu nome na lista e concorra a um livro da Jorge Zahar Editor.

    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Feliz daquele que ama a vida
    em toda sua extensão,
    libertando-se de qualquer preconceito,
    irradiando apenas a luz natural de se alegrar com todos aqueles
    que estão ao seu lado,
    ignora os erros em seu semelhante,
    dando o seu coração,
    em troca de uma
    Amizade sincera e eterna...
    De pessoas assim,
    poderemos obter o exemplo,
    do que é realmente saber viver...

    Bom dia Alice.

    beijooo.

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...