25 de maio de 2009

Alguém ainda a amará ?

São olhos rasgados pela vida
e um corpo tomado pela dor
é uma alma de criança perdida
carregando sua solidão por onde for
Vida furada
carne rasgada
esperança roubada
e um falso amor que só mata
Um falso amor que maltrata
e sua esperança de paz arrebata
um falso amor que não paga
(e muito menos apaga)
sua infância tão cedo roubada
Porque será que o mundo despreza
os que já desprezados do mundo estão?
Porque será que todos tem medo
dos que já com medo deles estão?

E derrepente, tudo se cala
e mesmo diante de toda essa minha fala
nunca a convenço
de que alguém aqui ainda pode amá-la !
...(???)...

DIGA NÃO AOS LADRÕES DA INFÂNCIA

GRITE NÃO AOS ASSASSINOS DA ESPERANÇA

INFÂNCIA É PRA CRIANÇA VIVER

E ESPERANÇA É O QUE TODAS ELAS TEM DE TER

14 comentários:

  1. Parabéns pelo post.Que belo e triste poema.Quantas crianças existem que não têm quem clame por elas.Essa é a triste realidade.Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Simplesmente amei.
    Muito profundo, muito lindo, muito bem feito.
    Esta maravilhoso. Parabéns.

    ResponderExcluir
  3. lice,

    Conheço poucas pessoas que amam de verdade crianças assim!
    Deus as ama,não há dúvidas disso!
    Mas nós,que nos chamamos "cristãos",muitas e quantas vezes eu vi,queremos é distância delas...não movemos um dedo pra que essa realidade seja mudada.

    Elas não acreditam mais,nem em Deus, nem nelas mesmas,nem em
    ninguém.Simplesmente vivem,jogadas à sua própria sorte...

    ELAS NÃO ACREDITAM MAIS...

    E NOSSOS BRAÇOS CONTINUAM CRUZADOS...

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Blogar também é profetizar em favor das crianças, dos velhinhos, dos pobres... Boa idéia, Alice!

    ResponderExcluir
  5. Linda poesia minha flor.
    Parabéns!!!!!!!!!!!

    Beijosssssss

    ResponderExcluir
  6. Oi...gostei muito de tudo aqui..

    Tenha uma boa semana.

    ResponderExcluir
  7. QUERIDA ALICE, MARAVILHOSAS PALAVRAS AMIGA... PARABÉNS... ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
    FERNANDINHA

    ResponderExcluir
  8. Muito triste seu poema perfeito!Mais triste ainda porque verdadeiro!

    Um grito!!!

    Beijo!Sonia Regina.

    ResponderExcluir
  9. é um grito ,
    um grito à ser em coro , sem dúvida.
    poesia , não apenas.é verdade sentida

    ResponderExcluir
  10. Poema realista e infelizmente triste, com tanta barbaridade a respeito das criancas.
    Mas esperanca é a palavra chave para se ter vitória. Oremos.
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Querida Alice,

    De fato estão roubando a infância de nossas crianças através do trabalho infantil. Pior, agora estão roubando a dignidade delas através da pedofilia.
    Não tenho deixado muitos comentários ultimante, mas continuo te lendo.

    Forte abraço,

    João

    ResponderExcluir
  12. Linda postagem, de realidade e tristeza. por estes pequenos que estão a ser roubados em sua infância, em sua inocência, em sua alegria infantil...

    Triste, muito triste...

    bjs

    ResponderExcluir
  13. Simplesmente belíssimo. Uma leitura real, porém triste do mundo em que vivemos... O que podemos fazer?

    Sem resposta...

    bjos.

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...