29 de julho de 2010

Recomeço

E no vento que sopra,
encontro o novo,
e nesse encontro recomeço,
de novo,
e por ser o recomeço,
renovo,
o ânimo
que novamente sopra
junto ao vento do recomeço.
...De novo.

2 comentários:

  1. Lindo, lindo... A vida é justamente esse ciclo de começos e recomeços e encontros. Sempre bonito por aqui!

    Besos!

    ResponderExcluir
  2. lindo poema, Alice...

    E a imagem idem!!!

    Estou com saudades...

    bjs

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...