12 de setembro de 2010

Verdades Inquestionáveis e Libertadoras - parte 1

  • Há vida do lado de cá. Há vida do outro lado dos muros, mais ao norte, mais acima, há vida. Há vida abundante e abençoada fora das igrejas e dos dogmas castrantes da pentecostéia desvairada do babacobaco do reteté castrante do universo farizaico-religioso.
  • Deus existe, e não é propriedade particular de denominações, seitas, religiões, doutrinas ou seja lá o que for, afinal, ELE é Deus, e nada pode conte-LO.
  • A única e verdadeira profecia é a Palavra de Deus, o resto é blá blá blá.
  • A maioria dos pregadores da modernidade (porque os antigos não conheci) pregam uma Palavra distorcida, interesseira, cheia de "recadinhos" e manipuladora que visa o domínio do rebanho e o poder.
  • Se você busca a Deus de todo coração, você pode estar na pior igreja do mundo, debaixo do cajado mais castrador do pior padre, mestre, guia ou pastor... mas saiba, se você O busca mesmo, você o achará.... e prepare-se para isso.
  • A vaidade é a característica dominante da esmagadora maioria daqueles que usam o Nome de Deus .... o que eles mais buscam é o reconhecimento, o sucesso e o domínio...e ainda sonham em se sentar nos primeiros bancos do céu.
  • A verdadeira liberdade do espírito é viver responsável pelos seus próprios atos, assumindo seus erros , reconhecendo sua fraqueza e permitindo-se ser curado.
  • Com o passar do tempo, inúmeras pessoas acabam achando que Deus é burro ou cego, e que não vê seus atos pecadores e profanos ou não entende suas sacanagens e manipulações.
  • Se você não está preparado para mudar de vida (e digo isso em relação ao seu caráter), então é melhor não se aproximar de Deus.
  • Nada melhor, perdoador e libertador do que entender que Deus ti ama e que ELE já fez tudo o que podia por você , e que ELE sabe tudo o que você fez, fará ou faz e nada disso pode surpreende-LO.
  • O verdadeiro arrependimento sangra o coração...se não sangrar é só remorso.
  • A melhor coisa que fazemos quando queremos cumprir a vontade de Deus para nossas vidas é tirar nossas máscaras de santinhos do pau oco, afinal, somos todos pecadores e carentes de Deus.

Um comentário:

  1. Alice,

    Que santo desabafo, hein minha irmã? Gostei da definição de arrendimento e remorso.

    Um abraço.

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...