1 de outubro de 2010

Canseira


Chove lá fora,
e aqui dentro estou encharcada,
dolorida e sonolenta.
Só queria que a vida tivesse rodado pro outro lado,
que a música tocasse mais baixo,
que a dor não doesse tanto
e a angustia não apertasse o peito.
Eu quero o sol.
Mas o sol fresco de inverno,
que só aquece e não esquenta,
porque de calor já estou cheia.
Mas a chuva não para,
assim como a vida
como o tempo e os seus longos dias...

3 comentários:

  1. Gosto de como soa essa texto pra mim, me lembra dias menos reais, mais chuvosos e cinzas...

    Bem, ganhei uns selos e quero te presentiar com eles tb...

    ResponderExcluir
  2. Minha querida a chuva é introspeção , por isso aproveita o momento, e vais ver que encontras momemtos de muito carinho e alegria:)
    beijinho

    ResponderExcluir
  3. Eu também fico meio depressiva quando chove...

    "Chove lá fora,
    chove em meu coração"

    Tem um poema meu lá no meu Blog que começa assim...

    bjs úmidos na bochecha

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...