2 de dezembro de 2010

Alice Decapitada


Afinal , quem tu és Alice?

Por onde correm teus pensamentos? Por onde vão seus sentimentos?
Como foi que me encontrastes? ou onde foi que te perdeste?

Alice, Alice...tu eras menina ainda, pequenina e formosa, de fala mansa e sorriso fácil, quando foi que a vida entrou em ti e te roubou os sonhos?

Alice , Alice...tu eras tão menina e sonhadora, acreditavas na esperança, sonhavas com a certeza de um futuro realizado, onde foi que o mundo lhe roubou a vida ?

Alice , Alice...tu te tornaste estranha em sua tristeza pois não sabes navegar nesse mar...não consegues fluir nessas águas, não podes nadar em sua dor, porque foste criada para sonhar, para reinar e viver.

Alice , Alice...encontraste o coelho e perdeste o tempo, entendeste a lagarta e participaste do chá, sorriste com a gêmea loucura, usas-te o chapéu errado e bebeste da poção mágica, creceste e encolheste, mas jamais conseguiste voltar ao lugar dos sonhos, enfim a rainha má conseguiu o que tanto queria...e decapitada foi Alice.


5 comentários:

  1. Alice, infelizmente "life is not always fair"...

    Só não podemos deixar de sonhar...

    beijoooo

    Neli

    ResponderExcluir
  2. Alice,

    me faço estas perguntas todos os dias, pois como é dificil "crescer" se tornar "adulto", voce se expressou muito bem, ficou muito claro para mim que assim como eu voce também acreditava em uma "VIDA" onde tudo era de todos, onde sorrissos,abraços, troca de confidências eram coisas mais que normais.Hoje tudo isto parece que esta bem longe de mim, e pelo que senti de ti também. Repito sua pergunta onde foi que deixamos tudo isto, quando deixamos, por que deixamos. E eu lhe pergunto alguém lhe falou que viver iria ser assim? Pois eu respondo por mim, para mim ninguém falou, pois se tivessem me falado, talvez eu preferia ficar congelado naqueles instantes a tempos atrás. Creio que não fui criado para viver este mundo, duro, escuro, sem vida...e não adianta me falarem que estou aqui para trazer vida, pois já estou cansado...cansei não vejo saída. Já tentei de tudo, ou melhor quase tudo...médicos, psicologos, pastores, padres, drogas, esporte, mantras, meditações,mas parece que tudo isto ajuda momentaneamente e depois de um lapso de tempo aquela tristeza, aquele angústia retorna e com uma força poderosa. Acho que lhe entendo, e como gostaria de poder lhe dizer...achei o aquele lugar onde o sorriso, o abraço são mais que verdadeiros são realmente cheios de vida, naturais. Mas estou a procura...podemos fazer um trato o primeiro que encontrar avisa o outro tá...UM ABRAÇO BEM APERTADO
    BARNEY

    ResponderExcluir
  3. Barney querido... essa é a procura pelo caminho de volta pra casa... essa vida de gente grande nos afasta do prazer e da alegria, esfria a esperança e o amor.... como vc diz, são caminhos escuros...mas se eu encontrar , te aviso !
    bjooo

    ResponderExcluir
  4. Amei o que você escreveu. Alice me atrai de uma maneira incontrolável...o lúdico muitas vezes tem disso...uma melancolia que não se sabe de onde vem...Talvez venha do fato de estar fora da realidade o que traz liberdade mas medo também, a realidade tem padrões...O lúdico me traz o sentimento de perigo, nada é o que parece e pior que na realidade não há garantias, não há sequer as mentiras confortadoras...pra mim tudo grita morte ao redor no lúdico até quando se diz "felizes para sempre" o sempre é como um sussurro da morte...Fico feliz e alarmada ao mesmo tempo...Porque sinto o peso esmagador do para sempre...

    Parabéns amei o...poema [né?]

    ResponderExcluir

Comente, mas não tente decifrar-me.
Nem sempre escrevo por mim, muitas vezes escrevo para mim também...